Standort in Deutschland, wo man günstige und qualitativ hochwertige Kamagra Ohne Rezept Lieferung in jedem Teil der Welt zu kaufen.

Kaufen priligy im Online-Shop. Wirkung ist gut, kommt sehr schnell, innerhalb von 5-7 Minuten. kamagra was nur nicht versucht, verbrachte eine Menge Geld und Nerven, und geholfen hat mir nur dieses Tool.

Microsoft word - aula extra tj-sc reta final- gabarito - sat.doc

Exercícios Extras – TJ–SC Reta Final
Professor Pablo Alex L. Gomes
Língua Portuguesa
c) Os vocábulos prejuízos e países recebem acento
01. (TJ-TO) Estas revistas que eles _____, _____ artigos
gráfico por serem paroxítonos.
curtos e manchetes que todos _____.
d) As palavras série, colônias e espécies obedecem a mesma regra de acentuação gráfica de berçário. c) leem – têm – veem
Os vocábulos prejuízos e países recebem acento gráfico porque o i, segunda vogal do hiato, é tônico e está sozinho
na sílaba. As outras alternativas estão corretas. Os verbos crer, ler, ver e seus derivados fazem a 3ª pessoa
05. (FEC) Até _____ dia _____ se lembrara de que o
do singular do presente do indicativo em ê (crê, dê, lê, vê) e a
antiquário tinha o _____ que procurávamos.
3ª pessoa do plural com o hiato ee, não se acentuando a
primeira vogal (creem, leem, veem). O mesmo acontece com o verbo dar no presente do subjuntivo (dê – deem). Já os
verbos ter e vir recebem acento circunflexo na 3ª pessoa do
d) aquele – ninguém – baú
plural do presente do indicativo (têm, vêm). Os seus derivados recebem acento agudo na 3ª pessoa do singular e circunflexo na 3ª pessoa do plural do presente do indicativo O vocábulo aquele não recebe acento gráfico por ser
(contém – contêm, provém – provêm). paroxítono terminado em e. Ninguém é acentuado por ser
oxítona terminada em em e baú por ser o u a segunda vogal
02. (TC-DF) Assinale a alternativa em que o texto está
acentuado corretamente:
a) A princípio, metia-me grandes sustos. Achava que Virgília 06. (Foplac-DF) Assinale a alternativa correta:
era a perfeição mesma, um conjunto de qualidades sólidas e a) Não se deve colocar acento circunflexo em palavras como finas, amorável, elegante, austera, um modêlo. o avo, o bisavo, porque há palavras homógrafas com b) A princípio, metia-me grandes sustos. Achava que
Virgília era a perfeição mesma, um conjunto de
b) Não se deve colocar acento grave no a do contexto: Fui a qualidades sólidas e finas, amorável, elegante, austera,
um modelo.
c) Não se deve colocar trema em palavras como
c) A princípio, metia-me grandes sustos. Achava que Virgília tranquilo, linguiça, sequência.
era a perfeição mesma, um conjunto de qualidades solidas e d) Deve-se colocar acento circunflexo em palavras derivadas finas, amoravel, elegante, austera, um modêlo. como o avozinho, o vovozinho. d) A principio, metia-me grandes sustos. Achava que Virgilia era a perfeição mesma, um conjunto de qualidades sólidas e finas, amorável, elegante, austera, um modelo. De todas as alternativas é a única correta. e) A princípio, metia-me grandes sustos. Achava que Virgília era a perfeição mesma, um conjunto de qualidades sólidas e 07. (ITA-SP) Observe as palavras e indique a(s) que
finas, amoravel, elegante, austera, um modelo. está(estão) grafada(s) corretamente:
1. apoiam
2. baínha
Princípio e Virgília são acentuados por serem paroxítonas
3. abençoo
terminadas em ditongo crescente; sólidas recebe acento
gráfico por ser proparoxítona e amorável por ser paroxítona
terminada em “l”.
c) apenas a palavra de número 3;
03. (TJ-AM) Depois de passar o _____ para aliviar a dor
no ____ acomodou o braço na _____.
A palavra apoiam não se acentua por ser paroxítona
terminada em am e bainha porque o i, apesar de ser a
segunda vogal do hiato e estar sozinho na sílaba, vem d) unguento – ombro – tipoia;
seguido de nh.
08. (Talcrim-RJ) No texto abaixo:
A palavra unguento não recebe trema, pois esse sinal não é
“Sei de uma que está fazendo serviço de escritório,
mais usado nos nomes comuns; ombro escreve-se sem o h
proibida de voar por motivo de saúde, e me pergunto
inicial e tipoia não recebe acento no ditongo aberto oi, por
que podem significar para ela esses papéis, esses
telefonemas, esses recados que circulam num plano de
cimento invariável, enquanto, sobre a plataforma das
04. (TRE-PR) Assinale a alternativa incorreta:
nuvens, suas irmãs caminham, ao mesmo tempo
a) O vocábulo Índico é proparoxítono, como orgânico e singelas e majestáticas.”
I – “escritório” e “invariável” recebem acento por
idêntica razão;
Neste curso os melhores alunos estão sendo preparados pelos melhores Professores Exercícios Extras – TJ–SC Reta Final
Professor Pablo Alex L. Gomes
Língua Portuguesa
II – “papéis” recebe acento gráfico porque é oxítona
terminada em ditongo;
d) o alfaiate / o coma;
III – “está” é acentuada graficamente porque todas as
oxítonas devem ser acentuadas.
a) Estão corretas as afirmações I e II. O único vocábulo que não muda de sentido ao mudar de b) Estão corretas as afirmações II e III. gênero é alfaiate. Nos demais há troca de sentido: o cabeça
c) Estão corretas as afirmações I e III. = o chefe, o líder / a cabeça = parte do corpo; o capital = o d) Todas as afirmativas estão corretas. dinheiro, os bens / a capital = cidade principal; o rádio = e) Todas as afirmativas estão incorretas.
aparelho receptor / a rádio = a estação transmissora; o moral = o ânimo / a moral = parte da filosofia, conclusão; o lotação “Escritório” recebe acento por ser paroxítona terminada em = o veículo / a lotação = a capacidade; o lente = o professor / ditongo crescente e “invariável” por ser paroxítona terminada a lente = o vidro de aumento; o coma = paralisia cerebral / a em “l”. O acento gráfico de “papéis” deve-se ao ditongo aberto coma = cabeleira; o nascente = o oriente, o leste / a tônico “éi” que é acentuado nas oxítonas. Por último, “está” é nascente = a fonte; o guia = o cicerone / a guia = o acentuada por ser oxítona terminada em a. 09. (Petrobras) Assinale a opção que só contenha
13. (UFCE) Assinale o par de vocábulos que forma o
substantivos biformes:
plural como caneta-tinteiro e balão:
b) aluno – homem – carneiro;
c) artista – estudante – jornalista; c) manga-rosa – questão;
Substantivos biformes são os que apresentam duas formas, Os vocábulos “caneta-tinteiro” e “balão” fazem o plural uma para o masculino e outra para o feminino: aluno / aluna, canetas-tinteiro e balões. É o que ocorre com mangas-rosa e homem / mulher, carneiro / ovelha. Na alternativa A, os questões. Nas outras alternativas temos: abaixo-assinados e substantivos são epicenos, isto é, substantivos uniformes que vulcãos ou vulcões; salários-família e irmãos; papéis-moeda designam animais. Na C, são comuns de dois, ou seja, diferenciando-se pelo artigo. Na D, são sobrecomuns, 14. (Mack-SP) Indique a alternativa em que os
substantivos uniformes invariáveis que designam pessoas. Na compostos estão corretos:
E, pianista e catequista são comuns de dois e boneca é
a) abaixos-assinados; salários-famílias; fogões a gás; b) abaixo-assinados; salários-família; fogões a gás;
c) abaixo-assinados; salários-família; fogões a gases; 10. (TJ-DF) Assinale a opção que contém um substantivo
d) abaixos-assinado; salários-família; fogões a gás. do gênero feminino:
a) anátema, telefonema, teorema, trema; O vocábulo abaixo é advérbio, permanece invariável (abaixo- assinados). Em salários-família o segundo elemento do c) eclipse, lança-perfume, dinamite;
substantivo composto determina o primeiro, referindo-se à forma ou à finalidade; neste caso, flexiona-se o primeiro e) dó, cã, fibroma, grama (unidade de peso). elemento, embora haja gramáticas e dicionários que flexionam os dois. Em “fogões a gás”, a expressão “a gás” é O vocábulo dinamite é substantivo feminino. Todos os outros
uma locução adverbial e não se flexiona. 15. (Ufes) Assinale a opção em que o artigo determina
11. (TRT-DF) Assinale a opção em que um dos
corretamente o gênero do substantivo:
substantivos é do gênero masculino:
b) cal, derme, champanha;
c) Anualmente observamos o eclipse da lua;
d) A lança-perfume foi proibida por Jânio; e) Eles participaram de um grande bacanal. Erros: na A, a mascote; na B, a dinamite; na D, o lança- O vocábulo masculino é champanha. Todos os outros são
16. (Assembleia-MG) Assinale a frase gramaticalmente
12. (ESA) Os pares de substantivos ao mudarem de
correta, nas opções abaixo:
gênero mudam de significado, exceto:
c) Cristina viajou há três semanas.
Neste curso os melhores alunos estão sendo preparados pelos melhores Professores Exercícios Extras – TJ–SC Reta Final
Professor Pablo Alex L. Gomes
Língua Portuguesa
d) Os atletas apresentavam-se afim de iniciarem a corrida. b) Vai – devem – houvesse
e) Ele comportou-se muito mau durante a entrevista. Erros: na A, a palavra menas não existe em nossa língua. Na B, esperava-se é verbo transitivo direto seguido da partícula O verbo fazer indicando tempo fica na 3ª pessoa do singular
se, logo está na voz passiva e o sujeito é menos perguntas.
e conjugado com auxiliar, este fica na 3ª pessoa do singular. Assim o verbo deve ir para o plural: esperavam-se. Na D, a O verbo existir conjuga-se normalmente só ou com auxiliar.
expressão prepositiva é a fim de que tem o sentido de para, O verbo haver no sentido de existir é unipessoal e fica na 3ª
com o propósito de. A palavra afim tem o sentido de pessoa do singular. Então: “Vai fazer. devem existir. se afinidade, do que é semelhante, análogo, parente de. Na E, a palavra mal é advérbio (antônimo de bem), logo não pode ser 21. (Fuvest-SP) Indique a alternativa correta:
17. (F.C.Chagas) Em muito pouco tempo ____ vários
erros, e ____ horas para corrigi-los:
a) foram cometidos – serão necessárias
d) Reformam-se ternos.
e) Obedeceram-se aos severos regulamentos. c) foram cometidos – será necessárias Erros: nas letras A, C e E, o se é índice de indeterminação
e) foram cometidos – será necessária do sujeito, já que não tem valor reflexivo e está ligado a verbos transitivos indiretos que devem ficar na 3ª pessoa do O sujeito da primeira oração é vários erros e, assim, verbo e singular: “Tratava-se.”, “Precisa-se.” e “Obedeceu-se.” predicativo concordarão com ele: foram cometidos. Na Na B o pronome se está ligado a um verbo transitivo direto,
segunda, o sujeito é horas e com ele concordam o verbo e o logo é voz passiva sintética e o verbo deve concordar com o predicativo: serão necessárias. sujeito que é terrenos: “Compraram-se terrenos.” 18. (FCC) O verbo não concorda em número e pessoa
22. (TCE-PB) Complete as seguintes frases observando
com o sujeito na alternativa:
a concordância e assinale o certo:
a) Faltam ainda alguns passos seguros para a aquisição de 1. Como ____ haver pessoas tão generosas. (poder –
imperfeito do indicativo)
b) Existem criações sensatas capazes de superar até as mais 2. ____-se, muito longe, os sinos da igreja. (ouvir –
imperfeito do indicativo)
c) As desilusões que a perturbam hoje já passaram alguns 3. ____ muitos anos que ela não vai a festas. (fazer –
presente do indicativo)
d) De sinceras intenções, as pessoas estão saturadas. 4. Eles sempre se ____ com dignidade. (haver – perfeito
e) Exaltadamente irreais, suas palavras só contém
do indicativo)
valores supérfluos.
5. ____-se muitas pessoas dirigindo-se à matriz. (ver –
presente do indicativo)
O verbo conter, derivado do verbo ter recebe acento
a) podia – Ouviam – Faz – houveram – Veem;
(circunflexo) diferencial de número, na 3ª pessoa do plural: b) podiam – Ouvem – Fazem – houveram – Vêm; contêm. No singular recebe acento agudo, por ser uma c) podia – Ouvia – Faz – havia – Vêem; oxítona terminada com o ditongo em. Logo a alternativa não
d) pôde – Ouve – Fazem – houveram – Vêem; segue as regras da concordância, porque o sujeito está no e) pode – Ouviam – Faz – houveram – Veem. No item 1, o verbo haver tem o sentido de existir e o seu
19. (BC) Dentre as frases abaixo uma está incorreta em
auxiliar fica na 3ª pessoa do singular: “Como podia haver.”
relação à concordância verbal:
No 2, o sujeito é “os sinos” e, assim, o verbo vai para o a) Fazem dois meses que não chove.
plural: “Ouviam-se. os sinos.” No 3, o verbo fazer indica tempo e fica na 3ª pessoa do singular: “Faz muitos anos.” No 4, o verbo haver tem o sentido de portar-se, comportar-se d) Não se poderiam esquecer tantas aflições. e conjuga-se regularmente. Logo: “. se houveram.” No 5, o e) Faz alguns minutos que eles se retiraram. sujeito é “muitas pessoas” e, deste modo, o verbo vai para o O verbo fazer indica tempo, fica na 3ª pessoa do singular.
23. (Esesp) Asseguro a V. Sa. que não ____ incomodar-
20. (F.C.Chagas-SP) ____ fazer cinco meses que não a
____ com a elaboração dos testes; ____ ficar tranqüilo.
vemos; ____ existir motivos imperiosos para a sua
a) precisa – se – pode
ausência, pois, se não ____, ela já nos teria procurado.
d) precisais – vos – podeis e) precisa – vos – pode Neste curso os melhores alunos estão sendo preparados pelos melhores Professores Exercícios Extras – TJ–SC Reta Final
Professor Pablo Alex L. Gomes
Língua Portuguesa
sujeito “pássaros”: “Fazia três meses que não se viam os Pronomes de tratamento exigem verbos e pronomes na 24. (BC) Num dos provérbios abaixo não se observa a
29. (FEC) Cheque, táxi e menino têm o mesmo número
concordância prescrita pela gramática:
de fonemas que:
b) Casamento e mortalha no céu se talha.
d) De boas ceias, as sepulturas estão cheias. d) logo, falar, bexiga;
e) Quem espalha ventos, colhe tempestades. O sujeito é composto: casamento e mortalha e o verbo vai A palavra cheque tem quatro fonemas, táxi tem cinco e menino, seis. O mesmo ocorre com logo, falar e bexiga com quatro, cinco e seis fonemas, respectivamente. 25. (F.C.Chagas) Se V. Exa. ____ partir, só me resta
desejar-____ que ____ feliz.
30. (Magistério-MG) Marque a única alternativa em que
cada uma das cinco palavras tem a mesma quantidade
b) pensa – lhe – seja
de letras e fonemas:
b) ontem, sola, beleza, caramelo, foice; c) quase, acautelar, corda, polícia, automóvel;
d) coordenação, recreio, relaxamento, glória, piche; Novamente uma questão com pronome de tratamento. Os e) conforto, milharal, laxante, cortiça, peixe. verbos e pronomes vão para a 3ª pessoa do singular, pois os pronomes de tratamento apesar de serem de segunda Para que uma palavra tenha a mesma quantidade de letras e de fonemas é necessário que não contenha dígrafos, dífonos ou falso hiato. Na A, a palavra chuchu contém dois dígrafos; 26. (FEC-TJ) Sempre ____ pessoas revoltadas com
na B, o vocábulo ontem contém dígrafo; na D, relaxamento e pequenas coisas a que não se ____ dar maior
piche apresentam dígrafos; na E, conforto e milharal têm importância.
31. (NCE) Assinale o item em que as palavras possuem o
mesmo fonema consonantal:
d) há de haver – deve
b) assoalho, roçado, nascimento, auxiliar;
27. (F.C.Chagas) Pode a presença destes dois grandes
nomes do esporte ____ como ____.
Na A, o x da palavra fluxo apresenta fonemas (sons) diferentes do x das demais palavras. Na C, a palavra ensolarado não apresenta o som de /z/. Na D, agente não c) ser tida – certa
contém o mesmo fonema das outras palavras da alternativa. Na E, em cicio não há som idêntico ao das outras palavras. 32. (TJ-AM) Observe as afirmativas abaixo e assinale a
O sujeito da oração é “a presença” com o qual concordará a opção incorreta:
locução verbal: pode ser tida. O adjetivo certo concordará
com o substantivo presença: certa.
c) hora – 4 letras e 4 fonemas;
28. (F.C.Chagas-SP) ____ três meses que não ____ os
pássaros.
Na palavra hora, há quatro letras e três fonemas, pois o h c) Fazia – se viam
33. (TJ-AM) Assinale a incorreta:
a) na palavra “chegava”, a letra “h” forma dígrafo com a letra O verbo fazer indica tempo e fica na 3ª pessoa do singular e
o verbo ver está na voz passiva, devendo concordar com o
Neste curso os melhores alunos estão sendo preparados pelos melhores Professores Exercícios Extras – TJ–SC Reta Final
Professor Pablo Alex L. Gomes
Língua Portuguesa
b) na palavra “hora”, a letra “h” não forma dígrafo com a letra 38. (F.C.Chagas-RJ) Assinale o período de pontuação
c) na palavra “homem”, a letra “h” não forma dígrafo com a correta:
a) As folhas amarelecidas durante o outono, estão caídas ao d) na palavra “milho”, a letra “h” forma dígrafo com a letra “l”; e) na palavra “ninho”, a letra “h” não forma dígrafo com a
b) As folhas amarelecidas durante o outono estão caídas
letra “n”.
ao pé da árvore.
c) As folhas, amarelecidas durante o outono estão caídas, ao A palavra ninho apresenta o dígrafo nh. d) As folhas amarelecidas durante, o outono estão caídas, 34. (TRE-RJ) A opção em que todas as palavras se
completam com a mesma letra é:
e) As folhas, amarelecidas durante, o outono, estão caídas a) ami___toso, e___tagnar, e___trangeiro;
b) trou___emos, e___pairecer, má___imo; c) anali___ar, oficiali___ar, valori___ar; A palavra amarelecidas é adjunto adnominal de folhas e não pode ser separada por vírgula, como se vê nas letras C e E. A expressão “durante o outono” é um adjunto adverbial e não pode ser separada por vírgula como se vê nas letras D e Todas se completam com a letra s. Na alternativa B, todas E. “As folhas (.) outono” não pode ter vírgula, pois o com x, menos espairecer. Na C, todas com z, menos analisar. conjunto é sujeito de estão caídas e não se separa o sujeito Na D, todas com x, menos inesgotável. Na E, todas com s, de seu verbo por vírgula, como se vê nas letras A e E. Por menos fizemos. Lembre que os verbos PÔR e QUERER em último, ao pé da árvore é complemento locativo de “estão todas as flexões são escritos com a letra s. caídas” e não se separa o verbo de seu complemento, como 35. (FEC-RJ) Assinale o item incorreto quanto à
classificação das vogais de estimular:
39. (EN) Quando se trata de trabalho científico __ duas
a) E – vogal anterior, fechada, átona, oral; coisas devem ser consideradas __ uma é a contribuição
teórica que o trabalho oferece __ a outra é o valor
c) U – vogal posterior, aberta, átona, nasal;
prático que possa ter.
d) A – vogal média, aberta, tônica, oral. a) dois pontos – ponto e vírgula – ponto e vírgula b) dois pontos – vírgula – ponto e vírgula A vogal u é analisada como posterior, fechada, átona, oral. As c) vírgula – dois pontos – ponto e vírgula
d) ponto e vírgula – dois pontos – ponto e vírgula e) ponto e vírgula – vírgula – vírgula 36. (BRB) Assinale o vocábulo que contém cinco letras,
quatro fonemas e duas sílabas:
A primeira oração é adverbial, inicia período e deve, portanto, ser separada por vírgula. Depois da palavra “consideradas” deve-se colocar dois pontos que anunciam uma enumeração. Depois de “oferece” deve-se colocar ponto e vírgula para separar as orações coordenadas de e) daqui.
Em daqui há o dígrafo qu representando apenas um fonema e 40. (ESA) Os períodos abaixo apresentam diferença de
a palavra tem, portanto, cinco letras e quatro fonemas. Nas pontuação. Assinale a letra que corresponde ao período
outras alternativas, todas as palavras têm cinco letras e cinco de pontuação correta:
a) O sinal, estava fechado; os carros, porém não pararam. b) O sinal, estava fechado: os carros porém, não pararam. 37. (CEF) Assinale o correto quanto à análise das duas
c) O sinal estava fechado; os carros porém, não pararam. primeiras vogais de tormenta:
d) O sinal estava fechado: os carros porém não pararam. a) /ô/ – anterior, átona, fechada, oral; e) O sinal estava fechado; os carros, porém, não
b) /ô/ – posterior, átona, fechada, oral;
pararam.
c) /e/ – anterior, tônica, aberta, nasal; d) /e/ – média, tônica, fechada, nasal; A primeira oração não admite vírgula porque há apenas e) /e/ – posterior, átona, reduzida, oral. sujeito e verbo e sujeito e predicativo. O ponto e vírgula serve para separar as orações, pois, na segunda, a palavra A vogal /o/ nesta palavra é posterior, átona, fechada, oral, o “porém” está deslocada e fica entre vírgulas. que elimina a alternativa A. Já a vogal /e/, na palavra em epígrafe, é anterior, tônica, fechada, nasalizada pela letra n 41. (Fuvest) Assinale a alternativa em que o texto está
que, estando em final de sílaba, substitui o til, não sendo, pontuado corretamente:
pois, consoante, tornando erradas as demais respostas. a) Matias, cônego honorário e, pregador efetivo estava compondo um sermão quando começou o idílio. Neste curso os melhores alunos estão sendo preparados pelos melhores Professores Exercícios Extras – TJ–SC Reta Final
Professor Pablo Alex L. Gomes
Língua Portuguesa
b) Matias, cônego honorário e pregador efetivo, estava
No período os dois pontos anunciam uma explicação. A compondo um sermão, quando começou o idílio.
conjunção é: pois.
c) Matias cônego honorário e pregador efetivo estava compondo um sermão quando começou o idílio. 45. (F.C.Chagas-SP) Assinale o período de pontuação
d) Matias cônego honorário e pregador efetivo, estava correta:
compondo um sermão quando começou o idílio. a) Não sei odiar os homens por mais que, deles me desiluda. e) Matias, cônego honorário e, pregador efetivo, estava b) Não sei, odiar os homens, por mais que, deles me compondo um sermão quando começou o idílio. c) Não sei odiar os homens, por mais que deles me
A expressão “. cônego (.) efetivo” é aposto de “Matias” e, desiluda.
como tal, deve estar entre vírgulas. A oração “. quando (.) d) Não sei, odiar os homens por mais que, deles me idílio” é subordinada adverbial e deve estar separada por e) Não sei odiar, os homens, por mais que deles, me 42. (F.C.Chagas-RJ) Assinale o período de pontuação
correta:
Na primeira oração, depois de sei não há vírgula porque se
a) Se alguém vier com perguntas a que você não sabe
trata de uma locução verbal e não há vírgula antes de responder, será mais honesto dizer que vai estudar o
homens por ser objeto direto de odiar. A vírgula depois de
assunto.
homens separa a oração subordinada adverbial.
b) Se alguém, vier com perguntas a que você não sabe, responder, será mais honesto dizer que vai estudar o 46. (TJ-BA) Assinale, dentre as alternativas abaixo,
aquela de pontuação correta:
c) Se alguém vier, com perguntas a que você não sabe a) Já se vai embora? perguntou, ele, ao moço, quando o viu responder, será mais honesto, dizer que vai estudar o b) Já? Se vai embora? perguntou ele ao moço quando, o viu d) Se, alguém vier com perguntas, a que você não sabe responder será, mais honesto, dizer que vai estudar o c) Já se vai embora? perguntou ele ao moço, quando o
viu tirar o casaco do cabide.
e) Se alguém vier com perguntas a que, você não sabe d) Já se vai, embora, perguntou ele? ao moço quando o viu responder, será mais honesto dizer, que vai estudar o A oração “Já se vai embora?” é interrogativa, recebe ponto A primeira oração é adverbial iniciando período, tendo como de interrogação. A segunda oração é separada da última por complemento a segunda oração e entre as duas não deve vírgula, por ser esta uma subordinada adverbial. haver vírgula. Mas, entre elas e a principal, a vírgula é 47. (Fuvest) “Maria entra e vai abrir o comutador.
Detenho-a: não quero luz”. Os dois pontos (:) usados
43. (DNER) Assinale a opção que contenha o período de
acima estabelecem uma relação de subordinação entre
pontuação correta:
as orações. Qual?
a) De que se queixa, se sua vida parece um mar de
b) De que, se queixa, se sua vida parece um mar de rosas? c) Causal.
c) De que se queixa se, sua vida, parece um mar de rosas? d) De que, se queixa, se sua vida parece, um mar de rosas? e) De que se queixa se sua vida, parece: um mar de rosas? A oração “não quero a luz” é a causa pela qual ele a deteve. O sintagma “de que” é complemento indireto de se queixa e não pode ser separado por vírgula. A oração “. se sua vida 48. (F.C.Chagas-SP) Assinale a alternativa em que o
(.) de rosas” é subordinada adverbial e deve ser separada texto está corretamente pontuado:
a) Não, o homem que achei não é nada disso.
b) Não, o homem que, achei, não é, nada disso. 44. (Cespe) “Podem acusar-me: estou com a consciência
c) Não, o homem, que achei, não é nada, disso. tranquila”. Os dois pontos (:) do período acima poderiam
d) Não o homem, que achei, não é nada disso. ser substituídos por vírgula, explicitando-se o nexo entre
e) Não o homem, que, achei não, é nada disso. as orações pela conjunção:
A vírgula está sendo usada por ser um advérbio iniciando 49. (F.C.Chagas-RJ) Como não ______ vi, chamei o
contínuo e mandei ______, então, ______.
Neste curso os melhores alunos estão sendo preparados pelos melhores Professores Exercícios Extras – TJ–SC Reta Final
Professor Pablo Alex L. Gomes
Língua Portuguesa
b) o – o – procurá-lo
54. (PUC-RS) Obedeça-______, estime-______ e ______
sempre que precisar.
b) lhes – os – recorra a eles
Os verbos ver, mandar e procurar são transitivos diretos.
Como o período está na 3ª pessoa, usam-se os pronomes Obedecer é transitivo indireto, estimar é transitivo direto e
50. (F.C.Chagas) Quanto a amigos, prefiro João ______
recorrer é transitivo indireto, mas repele o pronome lhe,
Paulo, ______ quem sinto ______ simpatia.
substituído por a ele, a ela, a eles, a elas: Obedeça-lhes,
a) a – por – menos
55. (PUC-RS) Alguns têm verdadeira aversão ______
exames, porque nunca se empenharam o suficiente
______ utilização do tempo ______ dispunham para o
O verbo preferir é transitivo direto e indireto com a
preposição a e o verbo sentir é transitivo direto de coisa e
indireto de pessoa com a preposição por; a palavra menos é
invariável. Portanto: “. prefiro João a Paulo, por quem sinto
menos simpatia.”
e) a – na – de que
51. (FEC-TJ) O projeto ______ estão dando andamento é
O substantivo abstrato aversão rege a preposição a, o verbo
incompatível ______ tradições da nossa firma.
empenhar-se rege objeto indireto com a preposição em e o
verbo dispor pede objeto indireto regido da preposição de.
b) a que – com as
Logo: “. verdadeira aversão a exames, porque nunca se
empenharam o suficiente na utilização do tempo de que
56. (TCE-SC) Os encargos ______ nos obrigam são
O verbo dar é transitivo direto e indireto com a preposição a e
aqueles _______ o diretor se referira.
o adjetivo incompatível rege a preposição com. Portanto: “O
projeto a que estão dando andamento é incompatível com as
52. (TJ-DF) Assinale a alternativa que apresenta
e) a que – a que
incorreção quanto à regência:
a) Nós nos valemos dos artifícios que dispúnhamos para
O verbo obrigar é transitivo direto e indireto com a
preposição a. O verbo referir-se é transitivo indireto com a
preposição a. Portanto: “Os encargos a que nos obrigam são
c) O esporte de que gosto não é praticado no meu colégio. aqueles a que o diretor se referira”.
d) Sua beleza lembrava a mãe, quando apenas casada. e) Não digo com quem eu simpatizei, pois não lhe interessa. 57. (FEC) Sua avidez ______ lucros, ______ riquezas, era
compatível ______ seus sentimentos de amor ______
O verbo dispor é transitivo indireto exigindo a preposição de.
próximo.
Logo: “Nós nos valemos dos artifícios de que dispúnhamos
53. (CEF) São excelentes técnicos, ______ colaboração
não podemos prescindir.
e) por – por – com – ao
b) de cuja
O substantivo abstrato avidez rege a preposição por e, às
vezes, a preposição de; o adjetivo compatível rege a
preposição com e o substantivo abstrato amor rege a
preposição a, às vezes, a preposição por. Deste modo: “Sua
O verbo prescindir rege a preposição de e o pronome
avidez por lucros, por riquezas, era compatível com seus relativo é adjunto adnominal de colaboração, devendo-se usar sentimentos de amor ao próximo”. cujo que é pronome adjetivo. Logo: de cuja.
58. (ITA) Assinale a alternativa correta:
Neste curso os melhores alunos estão sendo preparados pelos melhores Professores Exercícios Extras – TJ–SC Reta Final
Professor Pablo Alex L. Gomes
Língua Portuguesa
a) Antes prefiro aspirar uma posição honesta do que ficar 62. (FEC) Indique a alternativa na qual a regência
utilizada desobedece ao padrão da gramática normativa:
b) Prefiro aspirar uma posição honesta que ficar aqui. a) Esta alternativa obedece o padrão da gramática
c) Prefiro aspirar a uma posição honesta que ficar aqui. normativa.
d) Prefiro antes aspirar a uma posição honesta que ficar aqui. b) Quando Rosânia entrou, bateram onze horas no relógio e) Prefiro aspirar a uma posição honesta a ficar aqui.
c) Jamais poderão existir tantos recursos para tantos planos. 59. (TJ-ES) Posso informar ______ senhores ______
d) Jamais poderá haver tantos recursos para tantos planos. ninguém, na reunião, ousou aludir ______ tão delicado
e) Só lhe faltou mandar-nos embora de casa. assunto.
O verbo obedecer é transitivo indireto com a preposição a:
“. obedece ao padrão.” Corretas: na letra B, o sujeito de
bateu é a expressão “onze horas”, portanto: bateram. Na C,
o verbo existir conjuga-se regularmente e o auxiliar
e) os – de que – a
concorda com o sujeito tantos recursos. Na D, o verbo haver
no sentido de existir é impessoal e leva o auxiliar para a 3ª O verbo informar é transitivo direto e indireto e admite objeto
pessoa do singular. Na E, o sujeito é oracional, por isso o direto de coisa e indireto de pessoa com a preposição a, ou
verbo da oração principal fica na 3ª pessoa do singular. objeto direto de pessoa e indireto de coisa com a preposição de, como é o caso da presente questão. Já o verbo aludir é
63 – (FCCA-Ufes) Preencha as lacunas das frases
transitivo indireto e rege a preposição a. Portanto: “Posso
seguintes, indicando o conjunto obtido:
informar os senhores de que ninguém, na reunião, ousou
A planta ______ frutos são venenosos foi derrubada. / O
aludir a tão delicado assunto”.
estado ______ capital nasci é este. / O escritor ______
obra falei morreu ontem. / Este é o livro ______ páginas
60. (F.C.Chagas) A mãe não ______ bem, nem ______
sempre me referi. / Este é o homem ______ causa lutei.
bem; isso talvez explique o seu _____ humor.
a) em cuja – cuja – de cuja – a cuja – por cuja b) cujos – em cuja – de cuja – cujas – cuja c) cujos – em cuja – de cuja – a cujas – por cuja
d) cuja – em cuja – cuja – cujas – cuja d) lhe queria – o tratava – mau
e) cujos – cuja – cuja – a cujas – por cujas No item 1, cujos é adjunto adnominal de frutos (os frutos
O verbo querer no sentido de querer bem, estimar, gostar é
dela = cujos frutos). No 2, o verbo nascer pede
transitivo indireto, devendo-se usar o pronome oblíquo lhe. O
complemento regido da preposição em: “. em cuja capital
verbo tratar pede objeto direto, devendo-se usar o pronome
nasci.” No 3, o verbo falar é transitivo indireto com a
oblíquo o. A palavra mau opõe-se a bom; se o oposto fosse
preposição de: “de cuja obra falei.” No 4, o verbo referir-se
bem dever-se-ia escrever mal. Assim: “A mãe não lhe queria
é transitivo indireto com a preposição a: “. a cujas páginas
bem nem o tratava bem; isso talvez explique o seu mau me referi”. No 5, o verbo lutar é transitivo indireto com a
preposição por: “. por cuja causa lutei”.
61. (TJ-PA) Assinale a alternativa que contém as
64. (Esaf-TTN) Assinale a alternativa incorreta quanto à
respostas certas:
regência:
I – Visando apenas os seus próprios interesses, ele
a) Creio que os trabalhadores estão conscientes de suas prejudicou toda uma família.
II – Como era orgulhoso, preferiu declarar falida a firma a
b) O filme a que me refiro aborda corajosamente a aceitar ajuda do sogro.
III – Desde criança sempre aspirava a uma posição de
c) A adaptação teatral do romance não agrada ao público; destaque embora fosse tão humilde.
IV – Aspirando o perfume das centenas de flores que
d) O trabalho inovador de Gláuber que lhe falei é Deus e
enfeitavam a sala, desmaiou.
o Diabo na Terra do Sol.
a) II – III – IV
e) José crê que a classe operária está em condições de O verbo falar com sentido de comentar, citar, fazer
referência pede objeto indireto: falar de, falar sobre, falar a respeito de, falar acerca de. Na frase dessa alternativa, o O item I está errado porque o verbo visar quando tem o
objeto indireto é o pronome relativo que, o qual retoma a
sentido de almejar, desejar, ter em vista é transitivo indireto expressão “o trabalho inovador de Gláuber Rocha”. Então o com a preposição a: “Visando apenas aos seus próprios
correto é: “O trabalho (.) de que lhe falei”. Neste curso os melhores alunos estão sendo preparados pelos melhores Professores Exercícios Extras – TJ–SC Reta Final
Professor Pablo Alex L. Gomes
Língua Portuguesa
65. (Esaf-TTN) Marque a alternativa incorreta quanto à
verbo limitar-se pede a preposição a: “. limitou-se a.” e o
regência verbal:
verbo responder rege objeto direto: “. a responder que.”.
a) Na verdade, não simpatizo com suas idéias inovadoras. Na D, o verbo perguntar tem o sentido de indagar e pede
b) Para trabalhar, muitos preferem a empresa privada ao objeto direto de coisa e indireto de pessoa: perguntaram-lhe isto. Na E, o assunto não estuda a si mesmo. Corrija-se c) Lamentavelmente, não conheço a lei que te referes.
para: “. que ainda não estudara o assunto.” d) Existem muitos meios a que podemos recorrer neste caso. e) Se todos chegam à mesma conclusão, devem estar certos. 68. (Esaf) Segundo a norma culta, há erro de regência no
exemplo:
Referir-se rege objeto indireto precedido da preposição a. No
a) O fiscal mandou proceder ao recolhimento das faturas. período, o pronome relativo que retoma a expressão a lei e é
objeto indireto de “referir-se”, devendo receber a preposição: “. a lei a que te referes”.
d) Ajudei-lhe durante muito tempo.
e) Fez tudo isto porque visava a um bom emprego. 66. (Esaf) Leia o trecho abaixo e marque o par de verbos
com problema de regência igual ao texto:
O verbo ajudar, na oração apresentada, rege objeto direto:
“- Eu queria saber é quem está no aparelho.
- Ah, sim. No aparelho não está ninguém.
- Como não está, se você está me respondendo?
69. (MP-PE) Observe as ocorrências:
- Eu estou fora do aparelho. Dentro do aparelho não cabe
I – Não preciso de seus conselhos.
ninguém.
II – Não preciso seus conselhos.
- Engraçadinho! Então, quem está ao aparelho?
III – Precise melhor esses conceitos.
- Agora melhorou. Estou eu para servi-lo.” (C. Drummond
IV – Não necessitávamos nenhuma ajuda.
de Andrade)
a) São corretas as quatro construções.
a) Meditar num assunto – meditar sobre um assunto. b) Estar à mesa – sentar na mesa.
c) São corretas a I, a III e a IV apenas. d) Assistir o doente – assistir ao doente. e) Chamar ao padre – chamar pelo padre. O verbo precisar no sentido de ter necessidade ocorre como
O problema a que o comando da questão se refere é o uso transitivo direto ou transitivo indireto, o que torna corretas as locativo expresso na regência diferenciada de alguns verbos ocorrências I e II; no sentido de marcar com precisão, é como: estar à mesa = estar próximo à mesa; estar na mesa = transitivo direto, como na ocorrência III; o verbo necessitar
estar sobre a mesa; sentar à mesa = sentar próximo à mesa; no sentido de ter necessidade, carecer, é transitivo direto ou sentar na mesa = sentar sobre a mesa. Nos demais itens não indireto e está correta a ocorrência IV. 70. (TJ-BA) Assinale a opção em que a regência do
67. (Esaf) Temos, abaixo, cinco propostas diferentes de
verbo proceder contraria a norma culta:
redação. Assinale a letra que corresponde à melhor
redação considerando correção, clareza e concisão:
b) Tomaram-lhe a tutela do filho, pois ela não procedia a) Perguntado sobre o que achava da questão, limitou-se de responder que o assunto ainda não têm sido estudado por c) Procedíamos de uma humilde família de imigrantes. d) Daqui a três horas o juiz procederá ao inquérito. b) Perguntaram-lhe o que achava da questão e ele se
e) O professor procedeu os exames com um risinho de
limitou a responder que ainda não havia estudado o
assunto.
c) Perguntado do que achava da questão, se limitou em O verbo proceder no sentido de dar andamento é transitivo
responder de que não havia estudado o assunto ainda. indireto e rege a preposição a: “. procedeu aos exames.”;
d) Perguntaram-no o que achava a respeito da questão e ele as demais alternativas estão corretas porque na A, o verbo se limitou a responder que ainda não tinha estudado o proceder tem o sentido de ter procedência, ter fundamento
e é intransitivo; na B, tem o sentido de comportar-se e é e) Perguntando-lhe o que achava da questão, limitou-se a intransitivo com adjunto adverbial sem preposição; na C, tem responder que o assunto ainda não se estudara por ele. o sentido de provir e é intransitivo com adjunto adverbial regido da preposição de; na D, tem o sentido de dar
Erros: na A, o verbo limitar-se, significando restringir-se tem
andamento é transitivo indireto e rege a preposição a.
complemento regido da preposição a e constituído de nome
ou oração infinitiva: “. limitou-se a responder.”. O verbo ter
71. (Esaf) Assinale o segmento que apresenta defeito de
está conjugado com erro, pois trata-se do mais-que-perfeito estruturação sintática:
composto do indicativo, na voz passiva: “. tinha sido a) As pessoas envolvidas com a cultura têm de capacitar-se estudado.”. Na C, o verbo perguntar exige objeto indireto
de que lhes cumpre atuar na divulgação das produções regido da preposição sobre: “Perguntado sobre o que.”. O
Neste curso os melhores alunos estão sendo preparados pelos melhores Professores Exercícios Extras – TJ–SC Reta Final
Professor Pablo Alex L. Gomes
Língua Portuguesa
b) Os escritores têm a consciência de um compromisso com a 73. (Magistério-MG) Passando para a 2ª pessoa a frase
palavra, com a língua e também com o povo a que estão “Sente-se, pegue sua prova, leia-a e restrinja-se a
ligados, que procuram entender e cujo destino preocupa a responder o que lhe foi proposto”, teremos:
a) Sente-se, pegue tua prova, lê-a e restringe-te a responder c) Tem-se visto que os parlamentares mais ativos, devido à própria evidência a que os expõe a sua produção, atraem b) Senta-te, pega tua prova, lê-a e restringe-te a
incumbências paralelas, como presidência de comissões, responder o que te foi proposto.
c) Sentai-vos, pegai vossa prova, leia-a e restringi-vos a d) A escolha da profissão não é um ato simples o qual se
possa chegar sem hesitações e dúvidas.
d) Senta-se, pegue sua prova, leia-a e restringe-te a e) Os promotores da nossa cultura devem levar aos outros povos o Brasil imaginário, elaborado através de seus poetas, e) Senta-se, pegue sua prova, lede-a e restringi-vos a de seus narradores, e sem o qual o país chamado real é Os pronomes vão todos para a segunda pessoa (te, tua) e O verbo chegar rege a preposição a: chegar a. Assim, para
os verbos para a 2ª pessoa do imperativo afirmativo: senta, que a estruturação sintática fique sem defeito, corrija-se para: “A escolha da profissão, para os jovens, não é um ato simples, a que se possa chegar.”
74. (PUC-RS) Para que não ____ equívocos quanto ao
funcionamento da biblioteca, ____ no quadro mural,
72. (TJ-CE) Preencha as lacunas com a forma adequada
além de outros avisos, todos os horários de
dos verbos entre parênteses:
atendimento.
Se eu os ____ amanhã, poderia entregar-lhes a
encomenda. (ver)
b) continuassem a ocorrer – foi afixado Naquela época certas atitudes não ____ a ninguém.
c) continuasse a ocorrer – foi afixado (convir)
d) continuassem a ocorrer – foram afixados
Os convites já tinham ____ quando chegou a ordem de
e) continuassem a ocorrerem – foram afixados adiar a festa. (imprimir)
Vamos pedir ao arquiteto que ____ o projeto antes da
O sujeito da 1ª oração é “equívocos” e a locução verbal deve próxima reunião. (esboçar)
ir para o plural “continuassem a ocorrer”. Na 2ª oração, o Muitos ficarão satisfeitos quando nós ____ esta
sujeito é “todos os horários de atendimento”. Logo: foram reformulação. (propor)
A sequência obtida é:
75. (FEC-TJ-RJ) Assinale o item em que há erro de
a) ver – convinham – sido imprimidos – esboça – propormos conjugação verbal em relação à norma culta da língua.
b) vir – convinham – sido imprimidos – esboce – propormos a) Era necessário que o governo impusesse medidas para c) vir – convinham – sido impressos – esboce –
propusermos
b) Se o trabalhador dispuser de adequadas bibliotecas, ter- d) ver – convinham – sido impressos – esboce – propusermos se-á dado um importante passo para o desenvolvimento e) ver – convinham – sido impressos – esboça – propusermos c) Seria de todo desejável que a classe trabalhadora se A primeira oração do período 1 expressa um fato eventual, entretivesse mais com a leitura de livros e revistas. hipotético, que poderá ocorrer num momento futuro, devendo d) Era importante que se contradissesse, com as evidências o verbo ficar no futuro do subjuntivo: “se eu os vir”. No
disponíveis, a afirmação de que o trabalhador rejeita a período 2, o verbo indica um tempo passado, inconcluso, pois com idéia de continuidade e o verbo vai para o pretérito e) O trabalhador quase não tem intervido nas discussões
imperfeito: “não convinham.” No período 3, o verbo da
sobre a comercialização de produtos editoriais.
primeira oração expressa um fato passado e concluído antes de outro fato passado e concluído (a ordem para adiar). Deste O verbo intervir conjuga-se igual ao verbo vir do qual é modo, o verbo vai para o pretérito mais que perfeito: “tinham
derivado. Assim, o seu particípio é intervindo.
sido impressos”. No período 4, o verbo exprime um desejo,
um fato que pode ocorrer no momento da fala, logo deve ir 76. (TJ-PR) Assinale a alternativa que preenche
para o presente do subjuntivo: “. vamos pedir que esboce”.
corretamente as lacunas.
No período 5, a primeira oração expressa um fato futuro, O intruso já tinha sido ____. / Não sabia se já haviam
posterior ao momento da fala e, assim, o verbo da 2ª oração ____ a casa. / Mais de uma vez lhe haviam ____ a vida. /
expressa um fato hipotético que pode ocorrer num momento A capela ainda não havia sido ____.
futuro. Usa-se o futuro do subjuntivo: “. quando nós propusermos.”.
c) expulsado, cobrido, salvado, benta
d) expulso, coberto, salvado, benta
e) expulsado, cobrido, salvo, benzida
Neste curso os melhores alunos estão sendo preparados pelos melhores Professores Exercícios Extras – TJ–SC Reta Final
Professor Pablo Alex L. Gomes
Língua Portuguesa
e) Se isso me ____ possível, procuraria a roupa agora Com os verbos que têm mais de uma forma de particípio, usam-se as regulares com os auxiliares ter e haver e as
formas irregulares com os auxiliares ser e estar.
O verbo no subjuntivo expressa desejo, traz fatos incertos, possibilidades. É o que vemos em todas as alternativas, 77. (CEF) O período em que aparece a forma verbal
menos na B que expressa um fato passado e concluído, isto incorretamente empregada é:
é, pretérito perfeito: “. não procedeu.”
a) Se o compadre trouxesse a rabeca, a gente do ofício ficaria 80. (Esaf) Ocorre forma verbal inadequada à linguagem
b) Quando verem o Leonardo, ficarão surpresos com os
culta, especialmente na escrita, em:
trajes que usa.
a) Lula e Meneguelli divergem sobre o pacto. Concordam
c) Leonardo propusera que se dançasse o minueto da corte. em negociar, mas Lula só aprova um acordo se o
d) Se o Leonardo quiser, a festa terá ares aristocráticos. governo retirar a medida provisória dos salários,
e) O Leonardo não interveio na decisão da escolha do suspender os vetos à Lei da Previdência e repor perdas
salariais.
b) Estima-se que no Brasil, anualmente, a corrupção dilapide O futuro do subjuntivo do verbo VER forma-se da terceira 20% do PIB, cerca de 72 bilhões de dólares [.] O criminoso pessoa do plural do pretérito perfeito do indicativo, menos a desperdício viabiliza-se através das licitações fraudulentas, sílaba final –am: Eles viram – am = vir (vir – vires – vir – das comissões que oneram os orçamentos de e do virmos – virdes – virem). Assim teremos: “Quando virem o c) Também envolvida numa saudável reação, a cidadania brasileira “pintou a cara”, afastando o ex-presidente e 78. (TRE-GO) Marque a opção cujo verbo está empregado
forçando a instauração de dezenas de inquéritos policiais e de acordo com os cânones da língua culta:
a) Você já reouve o que lhe emprestou?
d) O receio, no entanto, é que a vibração cívica daqueles b) Quando nos vermos de novo, não seremos os mesmos. momentos desapareça e, graças aos poços do DNOCS, às c) Viemos agora neste instante porque vimos ontem e não o travessuras das empreiteiras ou as verbas odontológicas, as aflições e as dores de todo um povo ditem o sombrio e d) Se nós intervíssemos em seu discurso, ele nos e) Gastou o que tinha, mas se prouve do essencial por A forma inadequada é “. e repor perdas salariais”. De acordo com a modalidade culta da língua, deve ser: “. e O verbo reaver conjuga-se igual ao verbo haver, mas
repuser perdas salariais” (futuro do subjuntivo). No texto do somente nas formas em que há a letra v. Assim: houve,
jornal, o verbo repor está em terceiro lugar na sequência (“. houveste, houve, houvemos = reouve, reouveste, reouve, se o governo retirar. suspender. repor.”). O emprego reouvemos. Alternativa correta. Erros: na B, o futuro do correto das duas primeiras formas verbais (cujo futuro do subjuntivo de ver é vir. Logo: “Quando nos virmos.”. Na C,
subjuntivo é igual ao infinitivo) contamina a terceira, o que a 1ª pessoa do plural do presente do indicativo de vir é
levou o redator a incorrer em erro de conjugação do verbo, já vimos e a 1ª pessoa do plural do pretérito perfeito do
que o futuro do subjuntivo de repor é repuser, diferente,
indicativo é viemos. Assim: “Vimos agora neste instante
pois, do infinitivo que é simplesmente repor.
porque viemos ontem.” Na D, o erro está no verbo intervir
que se conjuga igual ao verbo vir que faz viéssemos, na 1ª
81. (TST-DF) Assinale a opção em que há erro devido à
pessoa do plural do imperfeito do subjuntivo. Portanto: “Se mistura de tratamento:
nós interviéssemos.” Na E, o verbo prover não segue a
a) Não vades agora, pois há inimigos que vos aguardam na conjugação do verbo ver no pretérito perfeito do indicativo e
tempos derivados (pretérito mais-que-perfeito do indicativo: b) Não vá agora, pois há inimigos que o aguardam na provera, proveras, provera; futuro do subjuntivo: prover, proveres, prover; imperfeito do subjuntivo: provesse, c) Não vás agora, pois há inimigos que te aguardam na provesses, provesse). Assim: provi, proveste, proveu, provemos, provestes, proveram: “. se proveu do essencial”.
d) Não vão agora, pois há inimigos que vos aguardam na
estrada.
79. (ESA) Em todos os itens a lacuna pode ser preenchida
e) Não vão agora, pois há inimigos que os aguardam na pelo verbo indicado, no subjuntivo, exceto:
a) Olhou para o cão, enquanto esperava que lhe ____ a Os verbos estão na terceira pessoa do plural, logo o b) Por que foi que aquela criatura não ____ com
pronome deve também estar na terceira pessoa: “Não vão. franqueza? (proceder)
que os aguardam.” e não vos.
c) É preciso que uma pessoa se ____ para encurtar a 82. Observe os verbos grifados do trecho e aponte o
d) Deixa de luxo, minha filha, será o que Deus ____. (querer) item que corresponde ao tempo e modo de cada um
Neste curso os melhores alunos estão sendo preparados pelos melhores Professores Exercícios Extras – TJ–SC Reta Final
Professor Pablo Alex L. Gomes
Língua Portuguesa
deles: “Mas se ergues da justiça a clava forte, / Verás que
é derivado nem de ver nem de vir, sendo erradas as formas
um filho teu não foge à luta, / Nem teme, quem te adora, a
própria morte” (J. Osório Duque Estrada).
precavenha. No item 4, o pretérito perfeito de reaver é
a) presente do indicativo – futuro do presente – imperativo reouve. No item 5, o particípio de prover é provido, pois,
embora derivado de ver, é regular no pretérito perfeito do
b) presente do indicativo – futuro do presente – subjuntivo indicativo e nas formas dele derivadas (mais-que-perfeito no indicativo e no subjuntivo o futuro e o pretérito imperfeito) e c) presente do indicativo – futuro do presente – presente
também no particípio. No item 6, o subjuntivo de prevenir é
do indicativo – presente do indicativo;
previna e a primeira pessoa do plural é previnamos.
d) imperativo afirmativo – futuro do pretérito – presente do 84. (Fiscal-SEF-PE) Assinale a alternativa que não
e) presente do indicativo – futuro do presente – presente do contenha verbo na voz reflexiva:
a) Todos conhecem o modo por que se vestem as negras da Ergues = presente do indicativo; verás = futuro do presente; b) “Quando sentires o tentador, refugia-te no trabalho.” foge = presente do indicativo; adora = presente do indicativo. c) “Muitos saíam até o terreiro, para se refrescar.” (Graça 83. (TCU) Nos pares de frases a seguir, coloque (A) para a
correta e (B) para a incorreta:
d) “Bingo correu de novo, esticou-se todo e, mais uma vez – 1. ( ) Vimos solicitar seus préstimos, no sentido de
esclarecer aqueles fatos.
e) “Maria é meiga e faz-me festas em me vendo triste.”
( ) Viemos solicitar seus préstimos, no sentido de
(Laudelino Freire)
esclarecer aqueles fatos.
2. ( ) Quando V. Sa. ver nossos produtos, temos certeza
O pronome reflexivo traz ideia de: a mim mesmo, a ti que comprá-los-á.
mesmo, a si mesmo, a nós mesmos, a vós mesmos, ( ) Quando V. Sa. vir nossos produtos, temos certeza
perceptível em todos os itens, com exceção da letra E em de que os comprará.
que o sentido é para mim e eu (me).
3. ( ) Nossos concorrentes que se precavenham, pois
vendemos qualidade.
85. (FAURGS-Delegado-RS) Assinale a alternativa em
( ) Nossos concorrentes que se acautelem, pois
que o particípio foi empregado incorretamente:
vendemos qualidade.
a) Finalmente a promessa foi aceita por todos. 4. ( ) Você já reaveu todos os objetos que lhe foram
b) O banco teria aceitado a promissória, se ela tivesse sido roubados?
( ) Você já reouve todos os objetos que lhe foram
c) O comandante garantiu que todos os maus elementos roubados?
5. ( ) Aquela filial já se havia provido de estoque
d) Se o comandante houvesse expulso os maus
suficiente de peças.
elementos, não teria tanta dor de cabeça.
( ) Aquela filial já se havia provisto de estoque
e) Temos pago muitas contas, temos gasto muito dinheiro e suficiente de peças.
6. ( ) Será oportuno que nos prevenhamos, pois a
inflação pode voltar.
Com os verbos que têm duplo particípio usa-se a forma ( ) Será oportuno que nos previnamos, pois a inflação
regular com os auxiliares ter e haver e a forma irregular com pode voltar.
os auxiliares ser e estar. Assim o erro está na letra D: “Se o comandante houvesse expulsado.” Quanto à alternativa E, A sequência obtida é:
é oportuno lembrar que os verbos pagar, gastar e ganhar a) AB – AB – BA – AB – AB – BA são usados, na linguagem atual, apenas no particípio b) AB – BA – BA – AB – BA – AB irregular (pago, gasto, ganho), com qualquer auxiliar. Logo, a c) AB – BA – BA – BA – AB – BA
d) AB – AB – AB – BA – AB – AB e) BA – AB – AB – BA – BA – AB 86. (Delegado-PE) Todos os períodos contêm verbo na
voz reflexiva, exceto:
No item 1, a primeira pessoa do plural do presente do a) “Enxugou-se às pressas e vestiu-se.” (Coelho Neto) indicativo de vir é vimos. No item 2, o futuro do subjuntivo de
b) “O cão atirou-se fora. Que alegria!” (Machado de Assis) ver é vir. No item 3, o verbo precaver-se só tem as formas
c) “Alguns se libertavam do perigo, outros caíam inertes na da 1ª e 2ª pessoas do plural do presente do indicativo (precavemo-nos, precaveis-vos), não tem o presente do d) “Estando Deus tão alto, se dignou de olhar cá para
subjuntivo e o imperativo negativo e do imperativo afirmativo baixo.” (Pe. Antônio Vieira)
possui apenas a 2ª pessoa do plural. Assim, para as formas e) “Muito bem. Entreguemo-nos nas mãos de Deus.” (Rebelo que faltam, deve-se usar um sinônimo como acautelar-se,
prevenir-se. Nos demais tempos e modos, ele é regular,
seguindo o modelo vender. É bom lembrar que precaver não
Neste curso os melhores alunos estão sendo preparados pelos melhores Professores Exercícios Extras – TJ–SC Reta Final
Professor Pablo Alex L. Gomes
Língua Portuguesa
Nessa alternativa o pronome não é reflexivo. É parte Graças ao seu auxílio, reaverei os documentos. integrante do verbo dignar-se que significa: haver por bem,
e) Nós valemos tanto quanto acreditamos ser nosso valor. Eu valho tanto quanto acredito ser meu valor. 87. (FEC) Das frases abaixo, a que se apresenta incorreta
O verbo precaver-se não possui as formas rizotônicas e
quanto à conjugação do verbo sublinhado é:
deve-se usar um sinônimo (acautelar-se, prevenir-se). Assim: “Se não me acautelo (me previno) a tempo.”. b) Os citados já requiseram os pedidos?
c) O diretor entreteve o aluno muito tempo. 91. (TRT-MG) Assinale a opção que resulta correta após
d) Sempre passeamos ali e nunca nos assaltaram. a mudança dos tempos verbais do trecho a seguir: “Se
e) Querem que tragamos os fax corrigidos? analisarmos o que ocorreu ao longo deste século,
vamos perceber que aquelas características sofreram
O verbo requerer não segue o verbo querer no pretérito
uma reversão”. (Cristóvam Buarque)
perfeito do indicativo e formas derivadas, quando se conjuga a) Se analisarmos o que aconteceu ao longo deste século, pelo modelo de vender. O correto é: “Já requereram”. E mais:
perceberíamos que aquelas características sofreram uma a primeira pessoa do presente do indicativo é requeiro e,
conseguintemente, as derivadas de tal forma (subjuntivo, b) Se analisássemos o que aconteceu ao longo deste
imperativo negativo e 3ª do singular, 1ª do plural e 3ª do plural século, perceberíamos que aquelas características
do imperativo afirmativo) apresentam a mesma variação no sofreram uma reversão.
c) Se analisamos o que aconteceu ao longo deste século, iríamos perceber que aquelas características sofreram uma 88. (GDF-SEA-IDR) O verbo ser está flexionado
incorretamente em:
d) Se analisássemos o que ocorreu ao longo deste século, a) É importante que tu sejas sempre atencioso. perceberemos que aquelas características sofreram uma c) Tu fostes o responsável pelo relatório.
e) Se analisamos o que ocorreu ao longo deste século, íamos perceber que aquelas características sofreram uma e) Queremos que ele seja um bom funcionário. A desinência da 2ª pessoa do singular do pretérito perfeito do As orações subordinadas condicionais indicam uma hipótese indicativo de todos os verbos da língua portuguesa é ste.
que pode ser real, possível ou irreal. Temos, na alternativa, uma hipótese possível, provável, admissível. O verbo da principal fica no futuro do pretérito e o da condicional vai (Esan-MG)
empregada
para o pretérito imperfeito do subjuntivo. Erros: na A, o fato é corretamente no item:
real, existente. O verbo da condicional fica no presente do a) Será atendido, se fazer a parte que lhe cabe. indicativo e corresponde a uma causal (o se equivale a
b) É aconselhável que se averiguem as causas.
que, uma vez que) e o verbo da principal fica, também, no
c) Ontem, intervimos no debate, mas hoje, não. indicativo: “Se analisamos. percebemos.” Na C, e na E, temos o mesmo caso da alternativa A e na D o verbo da e) Ele só frige ovos com muita manteiga. oração principal está no futuro do presente levando o verbo da oração subordinada para o futuro do subjuntivo: se Erros: na A, o futuro do subjuntivo de fazer é fizer. A forma
fazer é do infinitivo. Assim o correto é: “. se você fizer a
parte.”; na C, o verbo intervir conjuga-se igual ao verbo vir.
92. (FEC-TER-BA) Observe os verbos nas orações e
Logo: “. interviemos no debate.”; na D, o verbo deter
assinale o item que traz a classificação sequencial e
conjuga-se igual ao verbo ter. Deste modo: “. os bombeiros
correta dos mesmos: Eu peço dinheiro emprestado. / Eu
detiveram.”; na E, o presente do indicativo do verbo frigir é:
fui um bom homem. / O pedido foi aceito. / Nós falimos. /
frijo, freges, frege, frigimos, frigis, fregem. Portanto: “Ele só Ele canta no banheiro.
a) regular – irregular – anômalo – defectivo – abundante b) irregular – anômalo – abundante – defectivo – regular
90. (TRT-ES) Assinale a opção em que a mudança da
c) irregular – anômalo – regular – defectivo – abundante pessoa verbal provoca erro:
d) regular – defectivo – anômalo – abundante – irregular a) Requeremos a pavimentação da avenida Jerônimo e) irregular – defectivo – abundante – anômalo – regular Requeiro a pavimentação da avenida Jerônimo Monteiro. Verbo irregular altera o radical na 1ª pessoa do presente do b) Apesar do espaço pequeno, temos certeza de que indicativo ou do pretérito perfeito: pedir – peço; anômalo
apresenta mais de um radical: serfuiera; abundante
Apesar do espaço pequeno, tenho certeza de que caibo aí. tem mais de uma forma, geralmente no particípio: aceitado
c) Se não nos precavemos a tempo, seremos ludibriados.
aceito; defectivo, faltam pessoas e tempos: falir (faltam as
Se não me precavenho a tempo, serei ludibriado.
rizotônicas do presente do indicativo e suas derivadas); d) Graças ao seu auxílio, reaveremos os documentos. Neste curso os melhores alunos estão sendo preparados pelos melhores Professores Exercícios Extras – TJ–SC Reta Final
Professor Pablo Alex L. Gomes
Língua Portuguesa
regular não altera o radical na 1ª pessoa do presente do 97. (F.Objetivo-SP) “Eu estava a caçar uma onça.”
indicativo: cantar – canto.
Nesta frase, temos:
a) locução verbal;
93. (F.Objetivo-SP) Dos verbos abaixo, assinale o único
que não apresenta duplo particípio:
a) abrir;
98. Observando os três exemplos a seguir, assinale o
O verbo abrir tem apenas o particípio irregular: aberto. (B)
emprego correto de imprimir:
imprimir = imprimido, impresso; (C) eleger = elegido, eleito; Essa obra foi impressa na minha gráfica particular.
(D) morrer = morrido, morto; (E) enxugar = enxugado, enxuto. A gravura de Tuneu foi imprimida em verde e azul.
Aquela tua idéia está impressa na minha mente.
94. (FEC-TJ-SE) Em: “Queria que me ajudasses”, o trecho
destacado pode ser substituído por:
d) em dois exemplos apenas;
c) a tua ajuda;
Corretos os itens 1 e 3, porque o particípio irregular é usado com os verbos ser e estar. O item 2 está errado, porque
O verbo ajudasses está na segunda pessoa do singular.
com o particípio regular usam-se os verbos ter e haver.
Assim, na transformação da oração subordinada substantiva em substantivo, o pronome vai para a segunda pessoa do 99. Assinale a alternativa em que há um verbo defectivo:
a) Demoliram vários prédios naquele local.
95. (Assembleia-MG) Empregou-se o verbo no futuro do
c) Estampava no rosto um sorriso de criança. subjuntivo em:
a) “. afrontava os perigos (.) para vir vê-la à cidade.” b) “Se algum dia a civilização ganhar essa paragem
longínqua.”
O verbo demolir é defectivo. Os verbos: corresponder (B),
c) “Continuaram ainda a dialogar com certo azedume.” estampar (C) e comprar (D) são regulares. O verbo caber (E) d) “Tinha-me esquecido de contar-lhe que eu fizera uma é irregular (vide definições no gabarito 782). e) “. e encontrei o faroleiro ocupado em polir os metais da 100. Aponte a alternativa em que o verbo reaver está
correto:
a) É necessário que você reavenha aquele dinheiro. Nas demais alternativas, há verbos no infinitivo. b) É necessário que você reaveja aquele dinheiro. c) É necessário que você reaja aquele dinheiro. 96. (Mack-SP) Assinale a opção em que todos os verbos
d) É necessário que você reava aquele dinheiro. estão em tempos do pretérito:
e) O verbo reaver não tem presente do subjuntivo.
a) Chamei-lhe a atenção porque teria observado de perto seu O verbo reaver não tem a 1ª pessoa do singular do presente
b) Concordei que assim era, mas aleguei que a velhice
do indicativo e, portanto, não tem o presente do subjuntivo agora estava tranquila.
c) Lembra-me de o ver erguer-se assustado e tonto. d) Meu pai respondia a todos os presentes que eu seria o que Deus quisesse. e) Se advertirmos constantemente esta moça, perderemos uma excelente profissional. Há três pretéritos: o perfeito, o imperfeito e o mais-que-perfeito. Erros: na alternativa A, há um pretérito perfeito e um futuro do pretérito composto; na C, há presente do indicativo e infinitivos; na D, há pretérito imperfeito e futuro do pretérito; na E, há futuro do subjuntivo e futuro do presente. Certa a alternativa B com dois pretéritos perfeitos (concordei e aleguei) e dois imperfeitos (era e estava). Neste curso os melhores alunos estão sendo preparados pelos melhores Professores

Source: http://www.cursoaprovacao.com.br/scasat/arquivos/20100813153824_Gabarito_TJ_SC_Reta_Final_Portugues_Pablo_02.pdf

lrmc.com

RADIATION THERAPY INFO Your skin in the treatment area may become red, irritated, sunburned, or tanned after afew weeks of therapy. It is important to notify your doctor or nurse of any skin changesat your next appointment. They can suggest measures to relieve your discomfort andpossibly minimize further irritation. The majority of skin reactions to radiation therapy goaway a few weeks after tr

Bodybuilding

Natural Bodybuilding In response to the query about natural body building and Shaklee products, I will provide someof my own insight and recommend that you also contact Bobby Brandenburg in Fayetteville, NC. He was a NPC drug free Atlantic Coast bodybuilding champion. To give you some background, I am a Shaklee Senior Supervisor and a certified strength andconditioning specialist. At this poin

Copyright © 2010-2014 Internet pdf articles