Standort in Deutschland, wo man günstige und qualitativ hochwertige Kamagra Ohne Rezept Lieferung in jedem Teil der Welt zu kaufen.

Wenn das Problem der Verringerung der Potenz berührt mich persönlich war ich schockiert, dass das passiert gerade mit mir viagra Übrigens jeder leisten und gibt eine sofortige Wirkung ohne Hausarbeiten Anwendungen.

Microsoft word - portuguese entry form-por.rtf

O concurso Jornalista Africano CNN MultiChoice atribui o mais prestigiado e respeitado Prémio de jornalismo de todo o continente africano. Tem por objectivo salientar a importância do papel dos jornalistas para o desenvolvimento de África, bem como premiar, reconhecer e incentivar o talento jornalístico em todas as áreas da comunicação social. Este formulário de inscrição diz apenas respeito a jornalistas que apresentem trabalhos em
Participantes:
Os participantes devem ter nacionalidade africana e trabalhar no continente para organizações
de comunicação social de propriedade africana ou com sede no continente africano. O trabalho dos participantes deverá ter constado de publicações impressas ou meios electrónicos destinados, sobretudo, ao público africano e recebidos pelo mesmo.
Avaliação do júri
O nosso painel de jurados independentes, prestigiados e experientes procura a excelência. O
contem a história de forma equilibrada, abrangente e objectiva; demonstrem integridade jornalística e desenvoltura; comuniquem a história de forma a que o assunto seja acessível e relevante para o demonstrem uma investigação bem organizada e perspicácia; tenham sido transmitidos ou publicados, apenas em inglês, francês ou português, entre Janeiro e Dezembro de 2009, devendo ser fornecidas provas desse facto.
As inscrições deverão ser recebidas nos pontos de recolha até 28 de JANEIRO de 2010,
não havendo lugar a qualquer excepção. As inscrições recebidas após esta data serão
desqualificadas.

Prémios
Os jornalistas seleccionados pelo júri irão usufruir de um programa de finalistas, com todas as
despesas pagas, que consiste em actividades de interacção e troca de informações e em workshops, cujo ponto alto é a cerimónia de gala da atribuição dos prémios. Cada finalista receberá um prémio monetário e o vencedor de cada categoria receberá ainda um computador O vencedor do Prémio Jornalista Africano CNN MultiChoice 2010 será seleccionado de entre os vencedores de cada categoria e receberá um prémio monetário adicional, tendo ainda a oportunidade de participar no programa CNN Journalism Fel owship na sede da CNN, em
Como participar
Cada participante pode concorrer com um máximo de 4 trabalhos. Preencha todos os dados relevantes no formulário (aceitam-se cópias), de forma bem legível e forneça todas as informações relevantes. Não se esqueça de incluir uma cópia do seu Curriculum Vitae actualizado e informações pertinentes relativas ao trabalho enviado. Envie 2 cópias do trabalho – no caso da imprensa escrita, deve enviar o artigo original e uma fotocópia nítida e legível do mesmo; no caso dos meios electrónicos, envie o URL e um exemplar impresso do artigo online; no caso da televisão e rádio, envie 2 discos/cassetes (DVD/VHS ou CD/cassete áudio). Entregue a sua inscrição no ponto de recolha mais próximo até 28 de Janeiro de 2010, o mais tardar. Esta data não será prorrogada. Categorias

Analise os seus trabalhos de 2009 e envie-nos aquele que melhor demonstra as suas
capacidades jornalísticas. Os candidatos podem inscrever um MÁXIMO DE QUATRO
TRABALHOS
.
Salvo se o nome da categoria referir um meio de comunicação específico, todas as categorias
estão abertas a jornalistas da imprensa, da rádio, da televisão, da Internet e repórteres
Prémio para Notícias Gerais de Imprensa
Este prémio reconhece especificamente o trabalho de jornalistas da imprensa que trazem notícias gerais para o primeiro plano da agenda noticiosa. As inscrições podem constar de uma peça única ou de uma série de artigos sobre o mesmo tema. Envie o original E uma fotocópia
Notícias Gerais – Meios Electrónicos – TV e/ou Rádio e/ou Internet
Reconhecer a excelência de inscrições relativas a notícias gerais na televisão, online ou na peças de noticiário televisivo com a duração máxima de 5 minutos; uma peça de noticiário televisivo alargada ou documentário com a duração máxima de peças de rádio com a duração máxima de 20 minutos; trabalhos da Internet – não se esqueça de fornecer o URL e dois exemplares
Prémio África da Imprensa Livre

Este Prémio reconhece a excelência e apoia os jornalistas africanos que divulgam as suas
histórias arriscando, frequentemente, as suas vidas e a sua segurança na cobertura de conflitos, na denúncia de casos de corrupção ou de crises numa atmosfera em que a informação é controlada ou, muitas vezes, reprimida. Este prémio foi anteriormente atribuído ao falecido Deyda Hydra da Gâmbia; ao jornalista eritreu aprisionado, Seyoum Tsehaye; a Musa Saidykhan, cujas histórias fizeram com que fosse torturado e, mais tarde, fugisse da Gâmbia e a Nicaise Kibel’bel Oka, que recebeu o Prémio em 2009 em nome dos 3 jornalistas assassinados no leste da República Democrática do Congo (RDC) e em reconhecimento da sua própria coragem, já que foi aprisionado e espancado. Visto esta categoria ser tão específica à causa da Imprensa Livre, poderá nem sempre ser possível ao jornalista inscrever o seu próprio trabalho, pelo que se incentivam as nomeações por parte de familiares, do público, de editores ou colegas – através da secção de nomeação deste formulário. Esta categoria está aberta a jornalistas oriundos de territórios de língua oficial
Prémio de Reportagem sobre VIH/SIDA
Este Prémio reconhecerá reportagens sobre o VIH/SIDA em África que realcem o impacto
alargado da epidemia sobre os indivíduos, as comunidades e as nações, bem como a resiliência da capacidade de resposta africana à epidemia. Esta categoria está aberta a jornalistas oriundos de territórios de língua oficial inglesa, francesa e portuguesa. O concurso está aberto a jornalistas profissionais africanos, quer sejam trabalhadores por conta de outrem ou freelancers, que trabalhem em África para organizações de comunicação social de propriedade africana ou com sede no continente africano e que tenham produzido um trabalho divulgado numa publicação impressa ou transmitido por meio electrónico (televisão, rádio ou website) destinado, sobretudo, ao público africano e recebido pelo mesmo. O júri, por sua iniciativa, pode igualmente considerar inscrições de jornalistas africanos autores de reportagens a partir de países africanos para meios de comunicação social que, por motivos políticos, tenham a sua sede fora de África mas que continuem a produzir informação destinada, sobretudo, ao público africano e recebida pelo mesmo. Todos os participantes deverão ter nacionalidade africana e, no mínimo, dezoito anos de idade. Não é cobrada qualquer taxa de inscrição. Os funcionários (e respectivos familiares directos) da Turner Broadcasting System Europe Ltd. (TBSEL), bem como das respectivas sociedades-mãe, empresas do grupo, filiais e agências não Todos os trabalhos inscritos deverão ter sido publicados ou transmitidos pela primeira vez em 2009, devendo ser fornecidas provas dessa transmissão ou publicação. O concurso é realizado em inglês, francês e português, não sendo elegíveis traduções a partir de Os participantes podem inscrever um máximo de quatro trabalhos na totalidade das categorias do concurso. As inscrições deverão ser feitas em conformidade com as instruções facultadas no presente formulário de inscrição e deverão ser recebidas até 28 de Janeiro de 2010, inclusive, num dos pontos de recolha indicados neste formulário. Esta data limite não será prorrogada. As inscrições tardias ou perdidas, inscrições ou actos fraudulentos ou ilegíveis ou quaisquer outros actos ou inscrições que pudessem ou efectivamente viessem a prejudicar a reputação da TBSEL e/ou da MultiChoice tornam o candidato ilegível para participar no concurso e serão Os participantes concedem à TBSEL e à MultiChoice direitos não exclusivos ilimitados, irrestritos e irrevogáveis sobre todos os trabalhos submetidos a concurso (ou, caso estes direitos sejam detidos por terceiros, os participantes deverão providenciar para que esse terceiro conceda estes direitos) para a TBSEL e/ou a MultiChoice utilizar(em) esses trabalhos conforme entenda(m) e O concurso será avaliado por um distinto júri independente com adequados conhecimentos e experiência de jornalismo em África. O júri será nomeado pela TBSEL e/ou a MultiChoice, conforme esta(s) considere(m) adequado e irá reunir-se em Março de 2010. Os membros do júri não podem votar em trabalhos apresentados pela respectiva organização, funcionários ou Caso a qualidade das inscrições fique aquém do desejado, o júri reserva-se o direito de não seleccionar um finalista. O júri reserva-se o direito de transferir inscrições para serem analisadas noutras categorias, de acordo com o que considerar mais adequado. O júri protege a integridade e a reputação do concurso Jornalista Africano CNN MultiChoice 2010 e, como tal, reserva-se o direito de desqualificar qualquer trabalho e/ou finalista caso considere haver dúvida razoável quanto à autenticidade e/ou à exactidão da inscrição apresentada e/ou à A decisão do júri é final, não podendo ser questionada. As categorias e os patrocinadores dos prémios poderão ser alterados. Algumas categorias poderão ser patrocinadas; no entanto, não há rigorosamente qualquer ligação entre qualquer patrocinador e o processo de apreciação. Os vencedores permanecem confidenciais, não sendo do conhecimento de ninguém, incluindo dos patrocinadores, até à cerimónia de gala da atribuição dos prémios. Os finalistas terão de assinar declarações de elegibilidade, confirmando entre outras coisas a isenção de direitos de autor de todo o material utilizado no trabalho e identificando a TBSEL e a MultiChoice em conformidade, e autorizações concedendo à à TBSEL, à MultiChoice e a todos os patrocinadores do concurso o direito de utilizarem os seus nomes, vozes, imagens e trabalhos apresentados, sem qualquer compensação e em qualquer meio de comunicação social, para fins de publicidade/relações públicas, formação relacionada com comunicação social em workshops para jornalistas e de publicitação de todas as questões relacionadas com o concurso. Salvo indicação expressa em sentido contrário, a TBSEL terá o direito de utilizar as informações fornecidas pelo participante para efeitos de notificação de futuros concursos Jornalista Africano CNN MultiChoice. Pelo presente documento, o participante aceita que a TBSEL também poderá partilhar estas informações com organizações distintas que apoiem o concurso. Os jornalistas seleccionados pelo júri irão participar num programa de finalistas. A TBSEL pagará e organizará todos os voos, transportes, alojamento e refeições previstas. A TBSEL também reembolsará os finalistas pelos custos de pedido de Visto e de qualquer outra documentação necessária para viajar; no entanto, todos os restantes custos (excepto os aqui destacados e salvo indicação da TBSEL) serão da responsabilidade exclusiva de cada finalista. Os finalistas deverão estar disponíveis durante todo o tempo em que decorrer o programa e participar totalmente nos eventos programados para essas datas, conforme indicação da TBSEL. Consoante a qualidade das inscrições, serão atribuídos 16 prémios nas categorias indicadas neste formulário de inscrição. A TBSEL e a MultiChoice reservam-se o direito de substituir qualquer prémio por outro de valor equiparável, caso os prémios atribuídos estejam, por algum motivo, indisponíveis. Os prémios são intransmissíveis. O vencedor de uma das categorias será seleccionado como Jornalista Africano CNN MultiChoice 2010. Em conformidade com os eventuais requisitos legais ou de imigração, o vencedor do prémio Jornalista Africano CNN MultiChoice 2010 receberá uma viagem de avião (ida e volta) à Sede da CNN em Atlanta, nos Estados Unidos, com alojamento incluído. Este prémio não pode ser substituído por dinheiro. A TBSEL, a MultiChoice e todos os patrocinadores do concurso não se responsabilizam por qualquer perda de qualquer pessoa ou propriedade relativa à entrega e/ou posterior utilização ou participação nos prémios atribuídos. Os vencedores concordam em respeitar todos e quaisquer termos e condições do(s) fornecedor(es) dos prémios. O promotor do concurso é a TBSEL. Para obter uma lista completa dos finalistas, envie uma mensagem de correio electrónico para cnnafrica.competition@turner.com no final de Junho. A TBSEL tem o direito de recusar as inscrições que não se encontrem em conformidade com as regras acima mencionadas. O concurso está abrangido e será interpretado de acordo com a legislação inglesa. O participante reconhece tratar-se apenas de um concurso e que a atribuição de qualquer prémio não dá lugar a uma relação de emprego, agência ou joint venture nem a um acordo entre o participante e a TBSEL e/ou a MultiChoice. FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO

Consulte as regras do concurso antes de preencher este formulário. Preencha de forma bem legível e forneça todas as informações relevantes no • Pode concorrer com um máximo de 4 trabalhos. • Inclua uma cópia do seu CV actualizado na inscrição.
• Certifique-se de que envia 2 cópias do seu trabalho: imprensa escrita – envie o original E uma fotocópia nítida de cada artigo; televisão e rádio – envie 2 cópias do trabalho, seja em cassete ou em disco; Internet – envie o exemplar impresso da página Web relevante e indique O não preenchimento integral deste formulário e o não fornecimento de todas as informações relevantes resultarão em desqualificação. O prazo de inscrição é 28 de Janeiro de 2010 – esta data não será prorrogada.
Não se esqueça que só pode inscrever um máximo de quatro trabalhos na totalidade das categorias. Algumas categorias poderão ser patrocinadas; no entanto, não há rigorosamente qualquer ligação entre qualquer patrocinador e o processo de apreciação. Os finalistas são seleccionados por um júri independente e os vencedores permanecem confidenciais, não sendo do conhecimento de ninguém, incluindo dos patrocinadores, até à cerimónia de gala da Primeiro nome______________________________________ Apelido ________________________________________ Sexo __________________ Data de nascimento (dia/mês/ano) _____/_______/____________ Nacionalidade ___________________ Empresa _____________________________________ Morada e Código Postal completos ______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ Contacto telefónico durante o horário de trabalho _____________________________ Telemóvel _______________________________________ E-mail _________________________________________________ Referência: pessoa conhecida do participante a nível profissional que, caso necessário, possa Nome _______________________________________________ Empresa ____________________________________________ Cargo _____________________________________________ Contacto telefónico durante o horário de trabalho _____________________________________ Telemóvel _______________________________________ E-mail ________________________________________________ Categoria
Internet Local e data de
publicação/transmissão
Título dos trabalhos apresentados, num MÁXIMO de 4 Antes de enviar a sua inscrição, certifique-se de que incluiu todo o material necessário: Formulário de inscrição totalmente preenchido para cada trabalho inscrito – Imprensa escrita – envie o original e uma fotocópia legível do trabalho Televisão/Rádio – envie duas cópias do trabalho em DVD/cassete/CD Internet – envie dois exemplares impressos do website e o URL Informações pertinentes relativas aos trabalhos apresentados Pode entregar as inscrições em qualquer um dos pontos de recolha indicados em seguida, pelo que pode seleccionar o que se encontra mais próximo de si. Em alternativa, pode enviar a sua inscrição directamente para a CNN em Londres. Certifique-se de que a inscrição chega ao ponto de recolha até 28 de Janeiro de 2010.
ANGOLA
C/o Fernanda Carvalho
MultiChoice Angola,
a division of Jembas Assistência Técnica Lda. Luanda:Av. Revolução de Outubro, 104 – 106
GUINEA BISSAU
CNN MultiChoice African Journalist 2010

MOÇAMBIQUE
CNN MultiChoice African Journalist 2010
Fax:+258 21 400942 Email: cnnafrica.competition@turner.com
SAO TOME & PRINCIPE
CNN MultiChoice African Journalist 2010
Tel: +239 226609 Mobile: +239 903898/903818
SOUTH AFRICA
CNN MultiChoice African Journalist 2010
Tel: +27 11 726 4251 Email: yol ette.johaar@turner.com C/o Mr. Kevin Talbot, CNN, PO Box 2537, London W1A 3HT, UK Tel: +44 20 7693 0846; Fax: +44 20 7693 0847 Esta secção deve ser utilizada apenas para nomear um jornalista que conheça para o Prémio
África da Imprensa Livre.


Os jornalistas continuam a enfrentar muitos desafios, incluindo a ameaça de morte, intimidação e
detenção. O Prémio África da Imprensa Livre visa reconhecer um jornalista, ou grupo de jornalistas, cujo trabalho realce a causa da liberdade dos meios de comunicação social no seu país e demonstre coragem, integridade e iniciativa. Enquanto fervorosos defensores da liberdade de imprensa, estes corajosos jornalistas arriscam frequentemente as suas vidas para contar uma história. Devido às condições extremas em que trabalham, pode não lhes ser possível inscreverem-se pessoalmente. Utilize este formulário apenas para nomear um jornalista que conheça para o Prémio
África da Imprensa Livre e que tenha demonstrado trabalho árduo, persistência e coragem para
garantir que os factos cheguem ao conhecimento do grande público – independentemente das
consequências que daí resultem para a sua própria vida.

O Prémio África da Imprensa Livre foi anteriormente atribuído ao falecido Deyda Hydra da Gâmbia; ao
jornalista eritreu aprisionado, Seyoum Tsehaye; a Musa Saidykhan, cujas histórias fizeram com que fosse torturado e, mais tarde, fugisse da Gâmbia e a Nicaise Kibel’bel Oka, que recebeu o Prémio em 2009 em nome dos 3 jornalistas assassinados no leste da República Democrática do Congo (RDC) e em reconhecimento da sua própria coragem, já que foi aprisionado e espancado. Abaixo, faculte informações sobre o jornalista que nomeia para o Prémio África da Imprensa Livre e os motivos da sua nomeação. Forneça todas as informações possíveis. ________________________________________________________ _______________________________________________________ (designação da publicação/entidade difusora e país) Dados de contacto do jornalista nomeado: E-mail: _________________________________________________ Contacto telefónico durante o horário de trabalho: _________________________________ Motivo da nomeação: Forneça todas as informações possíveis relativamente ao jornalista e ao seu trabalho, incluindo, se possível, o(s) trabalho(s) realizado(s) que será(ão) submetido(s) à apreciação do júri. Do mesmo modo, é vivamente recomendável a disponibilização de documentação/material de apoio. Contacto telefónico durante o horário de trabalho E-mail: Nomeio a pessoa indicada neste formulário para o Prémio África da Imprensa Livre 2010 e encontro-me à disposição para fornecer mais pormenores.

Source: http://cnn.hu/WORLD/africa/africanawards/pdf/entry_form_portuguese.pdf

aquadoc.typepad.com

The Arava I nstitute is seeking: Director of the Center for Renewable Energy and Energy Conservation Center for Renewable Energy and Energy Conservation !"#$%#&'#($)*($+#&#,-./#$0&#(12$-&3$0&#(12$%*&4#(5-'6*&$7%+00%8$,-4$#4'-./64"#3$ 6&$ 9::;$ -'$ '"#$ <(-5-$ =&4'6'>'#$ )*($ 0&56(*&?#&'-/$ @'>36#4$7<=0@8$*&am

exscn.net

The Church of Scientology is loudly voicing their strong resistance to what they call "psych drugs". It is therefore ironicthat the founder of Dianetics and Scientology, L Ron Hubbard, was taking a "psych drug" when he died. This is notunusual in itself, since bitter old men often go psychotic when dying. Witnesses testified that Hubbard died acting like araving lunatic. This is f

Copyright © 2010-2014 Internet pdf articles